• Exercícios de propriocepcao para joelho, quadril e ombros
  • Pesos, caneleiras e elásticos

COLUNA

Cervicalgia e Lombalgia: quadros dolorosos  mais comuns, ocasionadas por artrose, má postura, hérnia discal, protusão disco.

  • Artrose:desgaste da cartilagem, gerando dor, edema, limitação de movimento
  • Hérnia de Disco:a parte interna do disco sai da posição normal e comprime o ligamento e depois a raiz nervosa. Sintomas comuns dores coluna, acompanhados de formigamento, sensação parestesia, desencadeada pelo tempo, má posturas, e sedentarismo são causas de hernia.
  • Protusão de Disco:estágio anterior da hernia de disco, sintomas parecidos com a hernia mas com menor intensidade.

Como tratar: O tratamento depende da causa e do grau que são identificados após a avaliação, consiste em técnicas de terapia manual, liberação miofascial, fortalecimento, reeducação postural.

QUADRIL

A articulacao da coxofemural apresenta grande amplitude de movimento e suporta e equilibra o peso corporal.

As lesões nos quadris por traumas ou quedas causam dores gluteas, lombar, virilha.

  • Artrose: doença degenerativa cronica, diminuicao do espaço articular.
  • Artroplastia:cirurgia de substituição cirúrgica da articulação do quadril, indicada para aliviar a dor, início da fisioterapia no dia seguinte a cirurgia, evitanto assim problemas circulatórios e musculares.
  • Impacto Acetabulofemural:irregularidades da articulação, por sobrecarga, levando a degeneração da articulação.

Como tratar: avaliar o grau de dor, combinar técnicas manuais, amplitude de movimento, flexibilidade e força muscular, prevenir degeneração da cartilagem.

JOELHO

Estabilizado pelos ligamentos, meniscos, capsula e músculos, sujeito a lesões por traumas ou degeneração.

  • Ligamentos:sofrem pequenos estiramentos, rupturas parciais e totais. Rupturas totais tem indicação cirúrgicas.
  • Meniscos:protegem os ossos, absorvem choques mecânicos, podem causar travamento articular.
  • Artrose:desgaste articular. Dor, rigidez matinal, crepitação óssea e atrofia muscular.

Como tratar: Após avaliação o tratamento depende do grau da lesão, com programas específicos e individuais.

 

 

OMBRO

Responsável por inúmeros movimentos, composto por tendões, ligamentos, músculos, nervos, bursa.

  • Síndrome do impacto:lesão mais comum do ombro, causada por pressão em estruturas ósseas sobre os tendões, músculos.
  • Luxação:perda do contato articular, sintomas são restrição de movimento, dores, alteração na articulação.
  • Fratura:Causadas por acidentes e osteoporose.

Como tratar: Avaliação específica onde se considera o grau de dor e a oerda da mobilidade funcional do movimento do complexo do ombro.

Pós operatórios: amenizar a dor, edema, inflamação, restabelecer amplitude de movimento, força muscular e funções.